[Julio Cesar Lemes de Castro; J. C. L. Castro; Castro, Julio Cesar Lemes de; Castro, J. C. L.]

[Participação em eventos]

V Encontro Nacional da União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura capítulo Brasil (ULEPICC-Br)

Organização: União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura capítulo Brasil (ULEPICC-Br)
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Data: 26 a 28 de novembro de 2014

Neoliberalismo, autoimunidade e redes sociais

CASTRO, J. C. L.

Resumo: Este trabalho se propõe a pensar os conceitos de comunidade, imunidade e auto-imunidade a partir de duas categorias fundamentais da economia política, liberalismo e neoliberalismo. Esposito mostra que o paradigma imunitário, ao isentar os indivíduos de obrigações com o comum, funciona como contrapartida necessária da comunidade. Esse paradigma apoia-se, na modernidade, em princípios caros ao liberalismo, como a propriedade e a liberdade. Em nossa época, contudo, o neoliberalismo, tal como caracterizado por Foucault, ao radicalizar os princípios liberais, tem um efeito autoimunitário, que equivale ao esvaziamento da comunidade. Essa mudança tem uma natureza biopolítica. A articulação contemporânea entre neoliberalismo e autoimunidade é ilustrada por uma análise das redes sociais, que destaca nesse fenômeno comunicacional a valorização do individualismo e os padrões fluidos de sociabilidade.

Palavras-chave: neoliberalismo, autoimunidade, comunidade, biopolítica, redes sociais.

Voltar à página de eventos

[Home] [Apresentação] [Formação] [Publicações] [Participação em eventos] [Links] [Links]