[Julio Cesar Lemes de Castro; J. C. L. Castro; Castro, Julio Cesar Lemes de; Castro, J. C. L.]

[Publicações]

CASTRO, J. C. L. Consumo de massa e discurso da histeria. Anais do II Colóquio Binacional Brasil-México de Ciências da Comunicação, São Paulo (SP), 2009.

Resumo: Este trabalho propõe-se a entender o consumo de massa, que emerge na segunda metade do século XIX, à luz do discurso da histeria, que integra a matriz dos quatro discursos de Jacques Lacan. Ele mostra que o consumidor funciona como o sujeito dividido, impelido por seu desejo, que questiona alguém no papel de significante-mestre, por exemplo o publicitário. O resultado é a produção de um saber com características de sedução, como a publicidade. Entretanto, a disjunção entre o saber e o objeto causa do desejo, característica desse discurso, gera insatisfação e faz com que o processo se repita indefinidamente. O discurso da histeria é complementado por seu oposto, o discurso da universidade, que se relaciona ao mundo da produção, ambos representando os eixos hegemônicos da modernidade.

Palavras-chave: consumo, publicidade, propaganda, discurso da histeria, Lacan.

Voltar à página de publicações

[Home] [Apresentação] [Formação] [Publicações] [Participação em eventos] [Links] [Links]